27 janeiro 2016

Inferno | Dan Brown





"- Complicado? [...] Não é, não! Nada poderia ser mais simples. Se quisermos ter mais água potável per capita, precisamos de menos gente no mundo. Se quisermos diminuir as emissões de gases poluentes por veículos automotores, precisamos de menos motoristas. Se quisermos que os oceanos consigam repor seus cardumes, precisamos de menos gente comendo peixe!"





AUTOR: Dan Brown (1964-) é um escritor norte-americano que ficou mundialmente conhecido pelo seu romance O Código da Vinci (2003) e por conseguir colocar 4 livros na lista de mais vendidos do The New York Times ao mesmo tempo.

DO QUE SE TRATA: E este é mais um livro cujo protagonista Robert Langdon tem de correr adoidado para salvar a vida de alguém. As pistas que ele segue desta vez estão ligadas à obra Inferno (1304), que faz parte do poema A Divina Comédia de Dante Alighieri.

OPINIÃO:  As histórias de Dan Brown seguem sempre a mesma fórmula, porém o ritmo frenético é contagiante, impossível de parar, o que me faz achar os livros  dele muito bons. Dessa vez devo admitir que fiquei totalmente a favor do vilão. Pois a história traz um novo ponto de vista para o problema da superpopulação mundial, muito próximo à minha visão biológica da coisa. Portanto recomendo e muito este livro. Compartilho de muitos dos pensamentos descritos aqui e gostaria que todos compartilhassem desse sentimento, embora isso seja impossível.


AVALIAÇÃO:

ONDE COMPRAR: Submarino, Americanas


Gostou? Compartilhe com os amigos. Discorda? Então deixe sua opinião aqui nos comentários! ;)

4 comentários:

  1. Oi Mari... Eu amooo este livro... realmente o ritmo frenético é uma característica bem forte neste livro, bem como nos outros livros do Dan...

    Belas Terapias / Fan page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laila

      O que mais gostei mesmo foram as ideias acerca do problema. Acho que isso me prendeu mais no livro do que a correria. Apesar de que correr contra o tempo sempre dá um gás na leitura. Hahaha

      Abraços

      Excluir
  2. Oi, Mari! Tudo bom?

    Tá um dos melhores livros que já li! Foi a aventura de Robert Langdon que mais me prendeu após Anjos e Demônios (não curti muito O Código Da Vinci...).

    Gostei da sua opinião. Bem fundamentada e interessante. Confesso que também gostei do modo como o vilão decidiu acabar com a superpopulação mundial.

    Beijos!
    www.bravuraliterariablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Phelipe, tudo certo ^^

      Devo dizer que curti mais O Código Da Vinci do que Anjos e Demônios, embora esses dois sejam os meus preferidos. Mas agora que li Inferno, não sei mais como classificá-los. Hehehe
      E quanto ao vilão, é uma solução a curto prazo, mas acho que ele não pensou no que aconteceria depois. Porque desta forma, ele acaba não apenas com a superpopulação, mas com a população inteira se pensarmos a longo prazo!

      Beijos :)

      Excluir