23 março 2016

Anjo Mecânico | Cassandra Clare






"- Acredito em bem e mal [...] Mas não acredito em abismo de fogo, com tridentes e tormento eterno. Não acredito que se possa ameaçar as pessoas para torná-las boas."






As Peças Infernais #1

AUTORA: Cassandra Clare (1973-) é uma escritora filha de pais norte-americanos, mas que nasceu no Irã e passou a infância viajando pelo mundo com a família.

DO QUE SE TRATA: Londres, 1878. Caçadores de Sombras, vampiros, demônios e tudo que já conhecemos do universo criado pela Cassandra Clare, inclusive uma garota que ninguém sabe o tipo de criatura que ela pode ser, mas que tem a capacidade de se transformar em outras pessoas. 

OPINIÃO: Parece muito promissor! Curti esse livro, de verdade. Percebi que os personagens são bem mais maduros do que em Os Instrumentos Mortais, mesmo tendo a mesma idade. Tem bem menos drama romântico e muito mais foco na história que, diga-se de passagem, me deixou muito curiosa sobre o tal anjo mecânico. E diferente da Clary, a protagonista Tessa não é nada irritante e raciocina na hora de agir. \o/ (como fiquei feliz com isso!) Outra coisa legal é que não precisa ter lido nada do mundo dos Caçadores de Sombras antes de ler essa trilogia porque a autora explica tudinho e ninguém perde nada. ;D Porém quem já leu vai reconhecer diversos sobrenomes e personagens. Concluindo, fiquei bem afim de terminar a trilogia, essa está com jeito de ser bem melhor do que Os Instrumentos Mortais.


AVALIAÇÃO:

SÉRIE: Trilogia (aparentemente steampunk) que se passa em Londres, 1878, no mesmo mundo dos Caçadores de Sombras. É composta por Anjo Mecânico (2012), Príncipe Mecânico (2013) e Princesa Mecânica (2013). Costuma ser recomendado que se leia esta trilogia intercalada com os últimos 3 livros da série Os Instrumentos Mortais

ONDE COMPRARSubmarinoAmericanas


Gostou? Compartilhe com os amigos. Discorda? Então deixe sua opinião aqui nos comentários! ;)

2 comentários:

  1. Nunca li nada da dita literatura steampunk, mas me chama muuuita atenção. É legal ler uma opinião que me atraia sobre esse livro, pois as resenhas anteriores que eu havia lido sempre davam a entender que a obra era "adolescente" demais, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tisa
      Eu também nunca tinha lido nada steampunk, mas senti falta de algumas engrenagens (imaginei que o steam fosse mais presente, hehe). Mas pode ser que nos próximos volumes isso se desenvolva melhor.
      Quanto à obra ser adolescente, bom, adulta com certeza não é! Mas é bem mais suave quanto aos dramas "aborrecentes". :D

      Excluir